Grupo de teatro da Funesc apresenta “Joanas do Brasil”

Joanas_Roberto Cartaxo - fotos Thercles Silva (1)Alunas e alunos do Curso de Teatro da Funesc voltam a se apresentar, neste sábado (19) e domingo (20), com o espetáculo “Joanas do Brasil”. Sob direção geral de Roberto Cartaxo e musical de Priscilla Cler, o grupo sobe ao palco do Theatro Santa Roza sempre a partir das 20h. A entrada custa R$ 10 (meia) e R$ 20 (inteira).

 

Joanas do Brasil é um musical fruto da adaptação livre da peça do dramaturgo Paulo Pontes e do compositor Chico Buarque, ‘Gota D’água’, realizada pelo diretor Roberto Cartaxo, junto ao curso de teatro da Funesc.

A peça original foi encenada em 1975, sob a direção de Gianni Ratto e direção musical de Dory Caymmi, tendo em seu elenco Bibi Ferreira, no papel de Joana, Roberto Bomfim e Oswaldo Loreiro, que interpretaram Jasão, além de Luis Linhares, Norma Sueli, dentre outros.

 

Esse espetáculo, Joanas do Brasil, retrata o sofrimento da mulher que vive nas áreas mais marginalizadas e que se entrega ao amor, dando suas forças para construir o homem que ama, mas que a trocará por outra de família mais abastada.

 

Joana, uma mulher do povo, a mulher traída, que amava quem a trocou por uma oportunidade de ascensão social, não é uma, ela se faz representar por várias mulheres, as vozes que não calam, mas que gritam, se inquietam e reagem, levando ao ápice do espetáculo, a tragédia, simbolizando a voz que resta, a última gota de esperança derramada.

 

Jasão, um homem novo, boêmio, que foi forjado por Joana, que o encontrou nas ruas, sem rumo e que transportou para ele sua ambição e coragem de enfrentar o mundo, vê o seu samba ganhar fama nas rádios, incentivado por sua mulher, e seu nome ser reconhecido, momento no qual troca Joana pela filha de um abastado senhor, não por amor, mas por ambição.

 

Dando corpo ao espetáculo, a música, a dança, a iluminação e o cenário completam os elementos necessários para envolver o espectador, e trazê-lo a vivenciar a dor das Joanas, fruto de um amor não correspondido e da ambição de seu amado, que a leva a soltar a última voz que lhes resta. Essa montagem fará o espectador refletir sobre as diferenças sociais, além de problemas éticos e morais que se fazem presentes na sociedade, independente do momento histórico em que se esteja.

 

Ficha Técnica: Direção-Geral: Roberto Cartaxo; Direção Musical/preparação vocal e participação especial: Priscilla Cler; assistente de direção: Juliana Moreira; coreografia: Ana soares; cenário: Robério Estevão da Silva; iluminação: Marcos Barreto; produção gráfica: Hugo Salvador.

Elenco: Eduardo Carvalho, Felipe Marrocos, Gerlane Ruth, Hellen H., Hugo Salvador, Juliana Moreira, Lucas Queiroga, Luísa Thó, Márcio Paz, Priscila Azevedo, Tâmisa Formiga, Tayane Andrade, Tereza Raquel Carvalho.

 

 

Serviço

 

Espetáculo: Joanas do Brasil

Data: 19 e 20 de janeiro, 20h

Local: Theatro Santa Roza

Classificação etária: 18 anos

Realização: Funesc e Governo do Estado da Paraíba

Ingresso: R$ 20 (inteira); R$ 10 (meia)

Deixe uma resposta