‘Macacos Me Mordam!’ recebe Antônio Araújo, na Funesc

 antonio araujo1O ‘Macacos Me Mordam – Ao Vivo!’ desta sexta-feira, dia 11, terá o cantor e compositor Antônio Araújo (ex-vocalista da banda Diplomatas). A partir das 16h, ela participará de uma conversa sobre a cena cultural paraibana e também sobre sua trajetória profissional. O papo é conduzido por Pedro Osmar.

 O projeto acontece no Centro de Documentação e Pesquisa Musical José Siqueira (com capacidade para 30 lugares). A entrada é gratuita. Conforme Pedro Osmar, o ‘Macacos Me Mordam – Ao Vivo!’ é um espaço para o debate a respeito da contemporânea produção artística da Paraíba.

Antônio Carlos Araújo nasceu na cidade de Sousa, no Sertão da Paraíba, em 12 de setembro de 1952. Veio para João Pessoa em 1967 morar no Bairro de Tambiá, onde conheceu o músico paraibano, Carmelo Guedes que tocava bateria e viria a ser no futuro o primeiro baterista da banda Os Diplomatas.

Foi através de Carmelo que veio a conhecer David Trindade e a ideia de criar um conjunto de jovem guarda tomou forma rapidamente quando conheceram os irmãos Eduardo e Luciano Coitinho em junho de 1968. Daí em diante foi um pulo para a criação da conceituada banda de baile, OS DIPLOMATAS.

Em março de 1969, saiu do Grupo OS DIPLOMATAS e foi cantar no recém-formado OS GENS. Não demorou muito e recebeu proposta para cantar no GEMINI 6 onde ficou até janeiro de 1970. Em 1973 retornou à cena artística a convite do empresário José Dias e foi cantar no JET STONE, onde ficou de 1973 a 1974.

Em 1976 voltou a cantar novamente desta vez e definitivo no CONJUNTO DE SAMPAIO, de 1976 até 1982. Pertenceu ao cast de cantores da TV JORNAL (canal 2 Recife), de 1975 a 1976. Cantava nos programas de JORGE XAU SHOW e no SHOW DO XUCA XUCA.

O Programa de estreia do projeto Macacos Me Mordam foi no dia 16 de junho do ano passado, no Centro de Documentação e Pesquisa Musical José Siqueira (com capacidade para 30 lugares). Já passaram pelo projeto Macacos Me Mordam os seguintes nomes: Milton Dornellas, Escurinho, José Enoch, Jessé Jel, Dida Fialho, Paulo Ró, Piedade Farias, Nézia Gomes, Jessé Jel, Arthur Pessoa, Archidy Picado Filho, Jãmarrí Nogueira, Walter Galvão e Roberto Cartaxo.

Deixe uma resposta