Funesc leva ações do Projeto Interatos aos municípios de Cajazeiras, Conde e Monteiro

colagem interatosA Fundação Espaço Cultural da Paraíba (Funesc) realiza, neste sábado (1º de setembro), mais uma edição do projeto “Interatos – mostra e formação permanente de teatro, dança e circo”. A programação do mês está distribuída em três cidades paraibanas, com apresentações simultâneas e gratuitas em Cajazeiras, Conde e Monteiro, sempre às 20h, em espaços públicos.

 

Cajazeiras recebe o espetáculo “Mais do Mesmo”, montagem final da turma de Licenciatura em Dança UFPB 2018. A apresentação é no Teatro Íracles Pires (ICA). No município de Conde, a atração é a família circense Los Iranzi, com o espetáculo “De Volta ao Picadeiro”. O palco é a Praça do Mar, em Jacumã. Em Monteiro o Grupo Bigorna apresenta “A Peleja do Fute” na Praça João Pessoa.

 

Parcerias e patrocínio – A Companhia Paraibana de Gás (PBGás), junto com a Brastex e a Fundação Espaço Cultural da Paraíba são parceiras na realização do projeto Interatos, colocando a cidade de João Pessoa no roteiro das principais produções de teatro, dança e circo do país. Desde o ano passado, foi assinado contrato de patrocínio entre a PBGás e a Funesc para a realização do projeto Interatos, que promove atividades permanentes entre os meses de março a dezembro, com espetáculos cênicos do Brasil e da Paraíba.

 

Dentro do projeto Interatos serão desenvolvidos, ao longo do ano, atividades de formação e espetáculos de teatro, circo e dança com patrocínio da PBGás, Bradesco e Ministério da Cultura. O evento conta, ainda, com apoio da Rádio Tabajara, Hotel Ambassador e tem parceria com o Grupo Lavoura de Teatro.

 

Interatos – Realizado pela Fundação Espaço Cultural da Paraíba, o ‘Interatos – Mostra e Formação Permanente de Dança’ promove mensalmente apresentações e atividades formativas (oficinas, cursos, debates, rodas de conversa, seminários) com artistas paraibanos, nacionais e internacionais.

 

Sob gerência de Ângela Navarro, o setor de Dança tem programação regular nos equipamentos da Fundação Espaço Cultural José Lins do Rego (Funesc), complexo cultural com uma das maiores áreas construídas na América Latina, lugar central e seguro que possui entre seus equipamentos uma escola de dança, com cerca de 500 alunos. Já a parte de Teatro tem coordenação de Suzy Lopes e mantém um curso anual de formação, além de oficinas e montagens teatrais. A gerência de circo tem à frente Diocélio Barbosa e conta com a Escola Livre de Circo Djalma Buranhêm, onde são realizados cursos de formação regulares e atividades lúdico-educativas para jovens, adultos, crianças e bebês.

 

 

Sinopses

De Volta ao Picadeiro – Uma família de brincantes. Cinco palhaços em cena: Chumbinho, Mamadeira, Jujuba, Espoleta e Coxinha, brincam com a magia do picadeiro, transformando números tradicionais em uma fantástica história possibilitando ao espectador um contato direto ao mundo imaginário do circo, resgatando as tradições mambembes unindo música, teatro e um texto simples popular. Brincantes: Virginia Iranzi, Luana Iranzi, Pedro Iranzi, Manuela Iranzi, Júnior Iranzi.

Mais do Mesmo – É o resultado da atividade curricular obrigatória Projeto Coreográfico que consiste em uma prática de criação artística em dança. Ela foi desenvolvida em grupos sob a orientação e direção-geral do professor Guilherme Schulze, buscando o diálogo entre teoria e prática para a criação compartilhada e colaborativa. Este trabalho, traz em seu elenco estudantes formandos no curso de Licenciatura em Dança, sendo que muitos deles já atuam como dançarinos e professores nas mais diversas modalidades e estilos de dança. Contou com a colaboração dos professores Juliana Ribeiro, Carolina Laranjeira e Paula Coelho.

 

O ambiente sonoro foi composto pelo artista multimídia Esmeraldo Marques e a iluminação pelo light designer Fabiano Diniz. Esse trabalho foi desenvolvido no decorrer deste semestre em que a interação e o diálogo foram os grandes mestres para que todos nós pudéssemos oferecer nossas melhores experiências ao espectador. Mais do Mesmo é dança livremente inspirada no livro Parem de Falar Mal da Rotina de Elisa Lucinda. Foi desenvolvido originalmente em quatro episódios, sendo que cada um deles foi elaborado por um grupo, abordando diferentes aspectos do cotidiano a partir de suas próprias experiências. Desses, três episódios serão apresentados em Cajazeiras: Fios, Sapatos e Babel.

 

A Peleja do Fute – Adaptação do conto ‘A Igreja do Diabo’, de Machado de Assis, a montagem teatral Armorial e Cordelista, é uma homenagem a Ariano Suassuna considerado um dos maiores dramaturgos da atualidade. No formato de cordel, a narrativa se desenvolve a partir do desejo do Fute de criar sua própria igreja e para isso resolve ir ao céu falar com Deus sobre seu intento. Lhe conta o projeto da fundação de uma “Igreja sem sacrário, sem precisar de um vigário e com fartura de pão e vinho…” Fala também que tomará os fies das outras igrejas. Diante de todas essas grosserias Deus lhe escuta e o libera para fazer o que desejar. Após o encontro o Fute desce a terra e inicia sua peregrinação.

 

A montagem teatral é inspirada no movimento Armorial do saudoso Ariano Suassuna, onde os elementos principais são alguns momentos dos folguedos populares, tais como: Cavalo Marinho com a dança dos arcos, O pastoril com Diana e o Velho Faceta, as pelejas de violas e a Ciranda. A cenografia é feita com estandartes que representam cada uma daqueles folguedos. A montagem tem no elenco Wladimir Santiago como o Fute, Fabíola Morais como Catirina e Evaldo Souza como João Grilo. A criação da luz, execução da luz e a sonoplastia é de Junior Maciel. Produção de Ana Valentim, trilha sonora do espetáculo foi composta por dois músicos armorialista, Alice Lumi e Fernando Pintassilgo, e a direção de Fernando Teixeira.

 

 

 

Interatos – programação gratuita

 

Cajazeiras

1 de setembro, às 20h

Espetáculo: Mais do Mesmo – Montagem final da turma de licenciatura em Dança UFPB 2018

Teatro Íracles Pires

 

Conde

1 de setembro, às 20h

Espetáculo: De Volta ao Picadeiro, com Família Los Iranzi

Local: Praça do Mar, Jacumã

 

Monteiro

1 de setembro, às 20h

Espetáculo: A Peleja do Fute, com Grupo Bigorna

Local: Praça João Pessoa

Deixe uma resposta