‘De Repente no Espaço’ traz Fenelon Dantas (PB) e João Lídio (PE)

derepenteagostoA cultura popular nordestina tem encontro marcado nesta quarta-feira (1 de agosto) em mais uma edição do projeto De Repente no Espaço. Desta vez, a cantoria tem como convidados Fenelon Dantas (PB) e João Lidio (PE). Juntos, eles brincam com as palavras e transformam fatos do cotidiano em versos rimados, prometendo uma noite de improvisos e violadas. O evento acontece no mezanino do Teatro Paulo Pontes do Espaço Cultural José Lins do Rego, a partir das 19h e a entrada é gratuita. A apresentação é de Iponax Vila Nova, declamador oficial do evento.

 

Quem já conhece a dinâmica das apresentações sabe que o público também tem o seu momento de interação com os convidados, sugerindo temas e rimas. O apresentador é uma atração à parte, com sua memória infalível ao declamar versos de poetas que são referência na arte do repente.

 

Para o público fiel do projeto é a oportunidade de conferir a performance desses dois nomes da arte do repente. Poetas que trazem consigo o dom que os permite trazer o verso no improviso. Rápidos no raciocínio e no gatilho mental, os dois têm sempre a resposta de imediato ao oponente.

 

Fenelon Dantas – Nasceu no dia 21 de julho de 1948, na cidade de São Mamede, município situado no Sertão do Seridó Ocidental, no estado da Paraíba. Fenelon começou muito cedo na arte da música,vendo e ouvindo os aboiadores nas vaquejadas.O menino ficou curioso e deu um aboio sem fim.

 

Cada toada que ouvia aumentava a vontade de ser poeta e improvisar.Continuou a ouvir no rádio e durante suas férias resolveu ir a fundo e fazer cantoria.Aos quinze anos de idade formou dupla com  José Barbosa.Tem gravado  nove trabalhos,entre discos  e Cds,com poetas José  Monte,Valdir teles e outros.

 

Fenelon Dantas participou  de vários festivais em São Paulo,Brasilia,Recife,Campina Grande,Patos,Caruaru e Cajazeiras.Morou um tempo em Sampa.Atualmente tem um programa na Rádio Panatingue de Patos,Paraíba.Tem uma galeria de troféus e perdeu a conta de quantos   primeiro lugar  ganhou  em  festivais. Fenelon Dantas é um amante da profissão que abraçou desde muito cedo. E o que resta ao poeta de São Mamede é “viver de improviso e morrer de repente.”

 

João Lídio – O poeta sertaniense João Lídio, cantador de viola, repentista profissional, radicado em Gravatá (PE). Ele é cantador de viola profissional e apesar de ainda jovem, é hoje um dos principais nomes da nova geração de repentistas nordestinos. Cria do Mestre Ivanildo Vilanova, por cujas mãos adentrou para cantoria  João Lídio tem diversos CDs gravados.

 

Iponax Vila Nova – Nascido na cidade de Cajazeiras no alto sertão paraibano, filho do pernambucano Ivanildo Vila Nova, o maior dos repentistas da atualidade, Iponax cresceu com a poesia no seu dia-a-dia. A poesia e a viola de Ivanildo estava em todos os lugares da casa, e aos poucos foi despertando no menino o desejo de participar dessa disseminação da cultura popular. Fez da poesia a régua e compasso no seu projeto de vida. Ainda muito jovem, levou sua arte para os mais distantes grotões do país. Um verdadeiro ativista da cultura matuta, é um grande articulador da arte do repente, considerado um dos grandes nomes da poesia e da declamação dos nossos dias.

 

Sobre o projeto – O “De Repente no Espaço” é um evento mensal da Funesc lançado em julho de 2015 e faz parte das ações de ocupação do Espaço Cultural. Os encontros acontecem na primeira quarta-feira do mês. A cada nova edição, o público conta com diferentes atrações da Paraíba e de outros Estados da região. Em janeiro e julho de 2016 foram realizados o 1º e 2º “Desafio De Repente”, com várias duplas de repentistas da Paraíba e de outros Estados.

 

O apresentador oficial e declamador é Iponax Vila Nova, coordenador do projeto que além conduzir as cantorias realiza oficina de declamação e versos pelo Estado, dentro do projeto.

 

Serviço

De Repente no Espaço
Convidados: Fenelon Dantas (PB) e João Lídio (PE)

Apresentação: Iponax Vila Nova
Data: quarta-feira, 1 de agosto

Hora: 19h
Local: Mezanino 2, Espaço Cultural José Lins do Rego
Entrada: gratuita
Realização: Funesc/Governo do Estado da Paraíba

Deixe uma resposta