Projeto oferece aulas gratuitas de tango no Espaço Cultural

tangoA paixão pelo tango argentino promete esquentar as noites no Espaço Cultural. É que a Funesc realiza, às quintas-feiras, o projeto “Tango no Espaço”. A iniciativa é resultado de uma parceria com a escola Dança a Dois e consiste na realização de aulas gratuitas voltadas para esse gênero de dança nascido na argentina. Os encontros serão semanais, sempre a partir das 19h, no Mezanino 2, localizado próximo ao Teatro Paulo Pontes.

O objetivo do projeto é difundir e conquistar adeptos desse gênero de dança. As aulas são abertas ao público e não há pré-requisitos para participar. De acordo com o professor Paulo Henrique Costa, coordenador do projeto e ministrante do curso, não é preciso saber dançar para iniciar.

 

Sobre o tango – Variedade musical nascida no final do século XIX, possivelmente nas periferias de Buenos Aires e de Montevidéu. Este ritmo é uma mistura de várias sonoridades, embora pouco se saiba concretamente sobre suas origens. Segundo alguns estudiosos, este estilo seria descendente da ‘habanera’, criada na cidade de Havana, em Cuba.

A princípio, o tango esteve ligado aos prostíbulos e bordéis, locais frequentados principalmente pela vasta massa masculina de imigrantes. Mas o tango logo alcançou outros patamares, deixando de se restringir ao submundo, atingindo primeiro as populações operárias e depois as famílias mais abastadas, especialmente após seu triunfo em solo europeu. Seus acordes melódicos eram produzidos por flauta, violino e violão, o primeiro instrumento depois substituído pelo tradicional bandoneón. Seu ar de tristeza e saudade foi adicionado a esta receita de sucesso pelos imigrantes, nostálgicos de sua terra natal.

Atualmente este estilo musical não se caracteriza mais como um sucesso massivo, mas ainda se configura como fator de identidade do povo portenho. Mais recentemente ele foi retomado e mesclado a sons eletrônicos, ganhando um novo formato e um outro sabor, constituindo o eletrotango.

 

Benefícios do tango – Geralmente relacionado à sensualidade, à sedução, os benefícios de se dançar tango vão do gasto calórico (em geral, 700 kcal/hora) à socialização. Assim como a prática de outros exercícios físicos, dançar contribui para a redução do estresse, diminuindo a tensão acumulada e relaxando a musculatura. Outro benefício está relacionado à autoestima, já que ajuda a melhorar a confiança. Dançar combate a depressão e ainda faz bem ao coração já que a frequência cardíaca equivale à de uma aula aeróbica, trabalhando a capacidade respiratória. A aula de tango pode ser praticada em qualquer idade ainda ajuda a socializar.

Serviço: Tango no Espaço (aulas gratuitas)

Professor: Paulo Henrique

Dia: quintas-feiras, às 19h

Local: Mezanino 2 (próximo ao Teatro Paulo Pontes)

Acesso: gratuito

Realização: Funesc / Academia Dança a Dois

Informações: (83) 3243-6079

 

Deixe uma resposta