Galeria Archidy Picado recebe a exposição “Intervalo”, da artista visual Marília Scarabello

 

intervalo imagem 01A Galeria de Arte Archidy Picado abre, na próxima quinta-feira (10), às 19h, a exposição “Intervalo”, com trabalhos da artista visual Marília Scarabello. A mostra, que reúne oito fotografias, é a segunda selecionada através do Edital de Ocupação desta unidade cultural. O acesso é gratuito e o período de visitação se estende até 17 de junho.

 

A exposição “Intervalo” compreende uma série de 8 imagens fotográficas digitais de imóveis particulares (feitas através de um telefone celular, com a posterior inserção das datas de quando foram realizadas) impressas em papel para escrita braile com escrita braile sobreposta a elas.

 

As imagens são apresentadas sobre suportes de madeira levemente inclinados, posicionados na altura das mãos do observador, a fim de que o mesmo possa tocá-las. Cada fotografia com o apoio caracteriza-se como uma peça do trabalho e recebe um título diferente.

 

“Intervalo surgiu da constatação de um erro e da consequente busca por um reparo possível. Ao cruzar a certidão autenticada de propriedade atual de um imóvel com a sua situação (in loco) a partir de um registro fotográfico recente, constatou-se que havia um lapso de tempo entre as duas situações: o documento oficial descrevia algo que não havia mais ali: uma casa de moradia. Para regularizar a situação daquele imóvel nos órgãos públicos seria necessário demolir a casa, isto é, demolir a casa no papel, demolir a casa existente que não mais existe. Só então o imóvel se tornaria o que também é: uma ruína”, diz a apresentação de Marília Scarabello.

 

Demolir uma casa que não existe. Devolver a imagem para a imagem. Uma área de terras contendo 6.000 pés de eucaliptos de quatro cortes e 120 bananeiras. Justapondo-se dessa maneira, alguns dos enunciados, pensamentos e escritos de Intervalo podem parecer um tipo de objet trouvé pelos meandros da linguagem. No entanto, a bricolagem de tal peça (que também é formalmente intrigante) só poderia existir no ambivalente, lacunar e instável relacionamento existente no Brasil entre sistemas de campos diversos.

 

A obra de Marília Scarabello levanta questionamentos e exibe brechas, interstícios e fricções de variadas áreas – da visualidade que se desdobra para a da arquitetura/urbanismo, também flertando com a jurídica/legal, a econômica/social, a fundiária etc. Mais especificamente, o conjunto de fotografias, suportes e documentações explicita elos de profundo estranhamento entre o homem e a cidade, a luta desordenada pela sobrevivência e a burocracia cartorial de classificações racionais (e que se provam nada úteis), o perpétuo movimento do construir (sempre em bases frágeis) e a vestigial e imperfeita memória que se sedimenta pouco a pouco. Trechos do texto de Mario Gioia, novembro de 2017.

 

Serviço:

Exposição “Intervalo” – Selecionada no Edital de Ocupação da Galeria de Arte Archidy Picado 2018

Artista visual: Marília Scarabello

Abertura: 10/05/2018 ás 19h

Visitação: Até 17/06/2018

Local: Galeria de Arte Archidy Picado

Espaço Cultural José Lins do Rego

 

Deixe uma resposta